Os seis melhores dias das minhas férias!

Acampamento de Verão
30 anos de Falcão Peregrino
Sorrir, Aprender e Voar é #TDB do Falcão

“seis dias acampando com as melhores pessoas do mundo.
seis dias andando descalça, atolando o pé em lama.
seis dias com muita chuva, muito calor e piscina com tudo junto.
seis dias sem notícias do mundo lá fora.
seis dias dormindo 4 horas por noite.
seis dias fortalecendo amizades, conhecendo os amigos.
6 MELHORES dias das minhas férias.
a lista continua. Mas infelizmente os seis dias já acabaram.”

Meses de preparação, exaustivas reuniões, intermináveis preocupações, agitação… Ansiedade… Esperança… Resultaram em um acampamento #TDB. E parafraseando as palavras do nosso sábio mestre (de um imenso coração), começamos este conjunto de 5 (Para o clã, 6) dias com o verbo AGRADECER. Agradecemos pela confiança, pelo apoio, pela ajuda, pelo esforço individual, pelas palavras de motivação, pelo carinho e principalmente pela oportunidade de aprender.

Nestes últimos dias, aprendi que chorar não demonstra fraqueza. Que a natureza também chora e que suas lágrimas colocam nossas habilidades escoteiras em prova. Testamos o tamanho de nossa força de vontade, a compaixão, o bom humor, o “ajudar o próximo em toda e qualquer ocasião”… Também descobri o motivo de a 8ª lei escoteira ser a minha preferida: “o escoteiro está sempre alegre e sorri nas dificuldades”. Neste acampamento percebi que essa é uma verdade incontestável.

O Leo gosta de pensar que nós programamos também a chuva. =) E eu gosto de pensar que ele está certo.

Descobri que o fato de eu não me sentir confortável em ambientes fechados não me torna claustrofóbica. É apenas vontade de querer estar lá fora, ao ar livre.

Numa torre à 7 metros do chão, né Ed?!

(Miho: “E por que você quer abrigar a torre da chuva?”

 Ed: “Ah, eu não tinha o que fazer, e não queria ficar lá dentro”).

Aprendi que cada ação possui uma reação. O trabalho de um depende dos demais e o trabalho dos demais depende do um. Assim como o Mindinho, cada um “sempre tentava fazer o que tinha de ser feito sem que ninguém percebesse”. Simplesmente porque a única coisa que importava era o resultado conjunto.

E se um “será que não deveríamos fazer melhor?” ou um “será que não teríamos que nos esforçar mais?” passasse pela nossa cabeça, olharíamos para os lados, para cada um, e sorriríamos. Pois nada poderia ter sido diferente. Nada, Tatsuo.

Também aprendi que ser persistente e criativo exige paciência e concentração. Não necessariamente nessa ordem, mas com certeza são 4 qualidades de 4 letras: NANI. :]

Quando se organiza um acampamento, sua duração é maior do que parece. “Me sinto nessa há uns 4 meses!” – Chris.

Não importa onde você está “agora”, desde que sua mente esteja onde sua alma está. Enquanto acampávamos, sabíamos que “estávamos onde deveríamos estar” e tenho certeza de que a Rebeca conhece bem essa sensação.

Aprendi que Animação, contar piadas, rir, rir e rir são essenciais para manter as energias. E sempre precisamos de energia pra continuar rindo! A Paty sabe bem disso, e os lobos, escoteiros, escoteiras, sêniors e guias provavelmente também já perceberam.

Cooperação, Compaixão, Compreensão também são indispensáveis para o bom funcionamento de uma matilha, uma patrulha, um clã. E durante a “busca pela manta perdida”, o Kiyoshi soube revelar esses valores.

E se nos elogiassem quanto ao tratamento para com os lobos, alguns de nós, como o Tikuta, poderia afirmar, do fundo do coração, que um dia foram lobinhos, e um dia gostaram de ter sido bem tratados pelos pioneiros. Os demais, através de outras experiências como crianças ou com crianças, chegariam a mesma conclusão: Sabemos a importância do bom exemplo de uma pessoa mais velha, a quem admiramos muito. Queremos fazer o Melhor Possível, estar Sempre Alerta para evitar falhar. Para não permitir que os mais novos deixem de acreditar em si mesmos. E se um dia fracassarmos, o faremos também com orgulho. Pois se cometermos erros hoje, aprenderemos amanhã a consertá-los. E assim, aqueles que nos admiram vão saber que o importante não é fazer certo, mas sim, persistir. Errar, e aprender.

Pois é assim que vemos aqueles que nós admiramos até hoje.

Entre todos os valores que aprendi, percebi e adotei, estão além destes citados, a importância de pais, chefes, mestres, amigos.

Cristina, Vera, Kuma, Renato, mestra Mineko, mestre Kazuo, obrigada por nos ensinar da forma mais especial possível, a importância de se ter um grande coração. A ousadia de sentir orgulho pelo nosso trabalho, ao menos uma vez.

Maurício, Kaki, Coelho, Vinicius. Não importa onde nós estamos “agora”. E não importa por quanto tempo trabalharam conosco para que o acampamento desse certo. Agradecemos pela companhia, pela ajuda, pelo esforço e principalmente pela diferença.

Companheirismo, irmandade, amizade é #TDB do Falcão.

Ser pioneira é #TDB do Falcão (:

montagem da Torre

 

Em breve vamos reviver cada um destes 6 dias do Acampamento Geral.

Fique ligado no próximo post:

Terça-feira, 24 de janeiro de 2012: BRINCAR

“Não quero que pareça que os pioneiros chegaram no
dia anterior apenas para fazer farra, como o verbo sugere.
Também … “

 

Se você se lembrou de algo engraçado ou emocionante, compartilhe no blog!

(re)Lembrar é #TDB.
Escrever é #TDB também.
E postar no blog é #TDB do Falcão!

Vamos ajudar a fazer mais 30 anos de história!
Mande seu e-mail para se cadastrar e postar as suas!

 

Comentários
6 respostas para “Os seis melhores dias das minhas férias!”
  1. Lobo Gris disse:

    Iniciar um dia,
    Lendo um texto com tanta alegria!
    Não é para qualquer um não,
    Ainda bem que sou Falcão!

  2. Akelá Hirata disse:

    Faltam-me verbos, adjetivos e substantivos para descrever as emoções que sinto quando leio os textos da Miho. Essa pioneira é, sem dúvida, #TDB do Falcão!

  3. Roberto disse:

    Genial Miho!

    Daqui a pouco seus textos viram um livro…
    “Tudo de bom do Falcão!” por Miho
    O que acha?

    O desenho também ficou muito bacana!

    …E ficamos aguardando os novos capítulos…quase roendo as unhas,

  4. Miho disse:

    Vc q vai publicar pra mim, Roberto? Ahaha

  5. Neide disse:

    Sempre surpreendendo, esse era um lado que eu desconhecia totalmente, assim como o Ricardo, vc tem um dom especial … q delicia ler seus relatos…. Parabéns!

  6. Cristina Sototuka disse:

    “Seis dias com as melhores pessoas do mundo”
    Arrepiei na primeira leitura e nas outras também. Se pudéssemos ter apenas uma frase para sintetizar o acampamento, eu escolheria essa. Maravilhosa! Histórica!

Deixe seu comentário

Você deve estar logado para escrever um comentário.