Sobre Amarras e Elásticos

Por – Chefe Ricardo Aurelio Roverso Abrão (Diretor Presidente GE Falcão Peregrino)

Foto – Chefe Maria Arizono Akagi

Boa noite a todos da Família Falcão!

Tivemos, nesse final de semana, mais uma linda prova de que o mundo melhor é real e está presente quando fazemos escotismo em família. Conseguimos viver intensamente a realidade deste “mundo melhor” quando entendemos que as amarras japonesas que nos unem precisam ser travadas por tiras elásticas tensionadas com o mais puro amor. São essas tiras aparentemente incômodas que permitem a longevidade de uma construção bela e eficiente. São elas que têm a responsabilidade de pressionar suavemente, na esperança de que as amarras não se soltem e de que a estrutura possa seguir cada vez mais sólida. Sem as amarras não teremos a união de que precisamos. Sem a constante e gentil tensão dos elásticos não teremos sustentação para perseguir nossos sonhos. O que é certo é que tanto amarras e elásticos, quanto nós da Família Falcão, servimos ao mesmo propósito: a união.

E a nossa festa confirmou mais uma vez que um mundo melhor é possível, é real em torno da nossa família escoteira.

SAPS!⚜

Fechado para comentários.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0