As Profissões do Coração

“Profissão é uma atividade pessoal, desenvolvida de maneira estável e honesta, em interação com outros e em benefício próprio, de conformidade com a própria vocação e a dignidade da pessoa humana.” 

Vivemos hoje imersos em uma sociedade que se constrói por intermédio das profissões e das especializações. Uma sociedade baseada na eficiência produtiva e nos resultados positivos. Cada vez mais o capital depende do profissional.

Se não fossem pelas profissões que escolhemos exercer com eficiência e amor, não estaríamos falando de passado, de presente ou de futuro.

O sucesso individualmente almejado na vida parece depender exclusivamente da escolha certa.
O sucesso coletivamente almejado parece depender exclusivamente do retorno alcançado.

Profissão: faça e refaça a sua escolha.

Nossa “imersão profissional”, por vezes, nos distancia de algumas questões importantes. Esquecemo-nos de certas profissões, por não se apresentarem em listas de escolha.

Esquecemo-nos das profissões …
… que não são ensinadas nas faculdades.
… que não estão nos quadros de precisa-se das empresas, mas sim nos quadros da humanidade.
… que já existiam antes mesmo de existirem as profissões.
… que quando exercidas, não podem ser remuneradas, pois não há dinheiro no mundo suficiente para tanto.

Esquecemo-nos das PROFISSÕES DO CORAÇÃO:

Profissão Pai e Profissão Mãe:
Sem distinção na sua perfeição.

Só se diferenciam em sua missão nas questões biológicas: Homem e Mulher.
Profissão Pai e Profissão Mãe são as únicas cuja abstinência é irrecuperável.
Uma vez pai, sempre pai.
Uma vez mãe, sempre mãe.
Um por todos e todos por um.
Sempre e incrivelmente iguais. Incondicionais. 

Profissão Filho:
Somos todos eternos filhos. Não importa o ponto de vista.

Esta profissão é a mais simples de todas.
Basta Ser! 

Profissão Marido e Profissão Esposa:
Profissões onde a cumplicidade e o respeito são moldados nas CHAMAS DO AMOR.

São profissões que exigem lenha. Muita lenha!
O fogo precisa permanecer aceso.
A fogueira precisa ser alimentada. Todos os dias. 

Profissão Namorado e Profissão Namorada:
Namorados e namoradas, maridos e esposas: eternos namorados e namoradas.

Esta é a profissão onde tudo começa e tudo sustenta.
Por ela damos os primeiros passos na descoberta do amor,
quando buscamos os primeiros gravetos para a fogueira compor.
Quanto mais secos, melhor.
Namorados e Namoradas, vocês estão com a tocha na mão…
…para o fogo ascender.
Lembrem-se disto, só depende de vocês. 

Profissão Amigo e Profissão Amiga:
A mais difícil das profissões.

Impossível ser, sem ter.
Realmente é coisa para se guardar debaixo de sete chaves…
…no lado esquerdo do peito. Assim falava a canção… 

Profissão Voluntário e Profissão Voluntária:
Um mix de todas as profissões reunidas a serviço de um Mundo Melhor.

O Voluntário é o Pai e a Mãe no amor incondicional e na responsabilidade vital.
O Voluntário é o Filho na sede do saber e na ingenuidade do agir.
O Voluntário é o Marido e a Esposa na comunhão para o bem.
O Voluntário é o Namorado e a Namorada ao planejar o futuro, e sonhar.
O Voluntário é o Amigo e a Amiga de todos, das plantas e dos animais.
O Voluntário é Engenheiro, Médico, Carpinteiro,
Eletricista, Marceneiro, Professor, Orientador,
Coordenador, Pastor, Advogado, Encanador,
Bombeiro, Consultor, Montador,
etc., etc., etc..
Enfim, o Voluntário é, e pode ser, aquilo que o seu coração quiser. 

Voluntários e Voluntárias, sem exceção, somos todos nós, nesta linda PROFISSÃO DO CORAÇÃO.

Para ser, basta querer.
Para ser, basta viver.
Não precisa aprender.

Fogo de Conselho – Canção da Chefia from Leilane Amano on Vimeo.

O começo dos 30 anos, com muita alegria…

Não tinha me dado conta, mas percebo agora que este acampamento de 30 anos do Falcão foi um verdadeiro SPA eco (ou seria eca?) embelezador. Haja lama! Lama? Lembrei de Dalai Lama…

Pensando bem acampamento tem tudo a ver com LAMA, pois sabiam que Lama significa mestre/guru? Pois então, como se aprende num acampamento!!

Realmente, no acampamento de 30 anos do Falcão não poderia faltar elemento tão essencial… a água(da chuva) e a terra uniram-se para formar a lama que nos acompanhou o tempo todo. Assim, pudemos festejar, rindo, brincando, comendo “aquelas comidinhas improvisadas”, sofrendo machucadinhos e picadas aqui e ali, trocando experiências, aprendendo muito com os chefes e amigos, e principalmente, confraternizando.

Poderíamos ter maneira melhor de festejar!?

Cada um de nós temos diferenças como água e terra, e no acampamento, juntos, formamos lama e embelezamos nosso espírito com as amizades que conquistamos.

Para brindar o sucesso do acampamento, nosso ASTRO rei surgiu em toda sua magnitude, no ultimo dia, para dizer ” PARABÉNS “.

Foi imperdível! É inesquecível! É tudo de bom do falcão

Chefia dos 20 anos

O vídeo abaixo foi apresentado na cerimônia de 20 anos do G.E. Falcão Peregrino (há 10 anos atrás). Foi montado em agradecimento à chefia daquela época junto com um outro vídeo agradecendo o trabalho voluntário dos pais e um outro, trazendo toda a história e trajetória do grupo.

Ô Chefia, a sua voz continua a mesma mas os seus cabelos…

 

Curiosidade: Há mais de 10 anos, era díficil ter acesso a editores de vídeo como hoje: moviemaker, i-movie, premiere ou finalcut. O power-point assim como a maioria dos programas, ainda não fazia o recurso “slideshow”, pois a fotografia digital ainda era uma novidade (tinham acabado de lançar as câmeras digitais de 2.8megapixel…) O youtube…. vish maria, não era nem projeto. Ou seja, a tecnologia ainda não ajudava. Resultado: o filme que você está vendo foi animado frame a frame utilizando-se de fotos previamente escaneadas, muito guaraná misturado com café por um bando de pioneiros malucos. Que canseira hein? Mas era o mínimo que a gente podia fazer para agradecer.

Chefia ! Essa é para vocês !

 

Afinal, o que os lobos fazem?

Para quem der uma olhadela, uma breve espiada durante as atividades realizadas com os lobinhos verá que eles brincam o tempo todo. Brincam mesmo. Brincam muito. Brincam o tempo inteiro.

Agora, se o olhar for mais atento, mais duradouro e analítico, será percebido o que de fato tem por trás de tantas brincadeiras, de tanta diversão.

Para conquistarmos a atenção das crianças é preciso entrar no mundo delas. É preciso entrar no mundo da brincadeira, ceder espaço ao lúdico.

Não dá para falar de valores morais como a professora de Ciências Socais (ou Moral e Cívica) faz em  sala de aula. Precisamos atrair o nosso ouvinte de uma outra maneira.

Todas as reuniões são previamente preparadas pelos chefes com o objetivo de oferecer às crianças oportunidades nas quais elas possam ganhar conhecimentos e desenvolver habilidades. Maior e mais importante ainda é o objetivo de ajudar estes lobinhos a cultivar atitudes e valores que os tornarão pessoas melhores, pessoas do bem praticando o bem.

Ao todo o Método Escoteiro atua em seis áreas, são elas: desenvolvimento físico, intelectual, espiritual, social, afetivo e de caráter.  Pela duração de cada reunião nem sempre é possível englobar atividades de todas as áreas no mesmo dia, daí a necessidade de equilibrar e distribuir estes objetivos ao longo do tempo de permanência dos lobos na alcateia.

Para tornar as reuniões dinâmicas recorremos a vários tipos de jogos, canções, histórias, atividades artísticas e artesanais. Trabalhamos o aspecto intelectual da criança, por exemplo, com um jogo de kim, no qual estimulamos a memória. Saber ganhar e perder são aspectos importantíssimos na vida de qualquer pessoa, por isso aplicamos jogos competitivos. Nos jogos de revezamento, oferecemos a oportunidade de as crianças trabalharem em equipe, respeitando a individualidade de cada uma. Os aspectos relacionados à valores e carácter são fortalecidos também com o uso de personagens das histórias da Jângal, e por aí vai.

Mas, de onde será que os chefes tiram tantas ideias? Será que é tudo da cabeça? Em algumas ocasiões sim. No entanto, para apoiar o trabalho voluntário dos chefes, a UEB, bem como as Regiões e os Distritos Escoteiros, oferecem diversos materiais técnicos em forma de livros, manuais e apostilas, além de cursos e Indabas (reuniões). O trabalho da chefia segue os critérios estabelecidos nestes materiais. Porém, é comum os chefes adaptarem ou criarem, principalmente, jogos, respeitando é claro os objetivos escoteiros.

Agora que você já sabe o que os lobos fazem, venha assistir uma de nossas reuniões. Tenho certeza que você vai dar boas risadas com tantas brincadeiras e diversões!

Por que Tiramos Fotos?

Tiramos fotos no desejo de eternizar uma fração do Cosmos.
Cosmos que, segundo Carl Sagan, é “tudo o que já foi, tudo o que é e tudo que será”.

Em um conjunto de Megapixels um instante.
Que nunca mais se repetirá.
Que para sempre permanecerá.

Em um milésimo de segundo o poder que só Ele tem.
Que nos empresta à sua imagem e semelhança,
Para não esquecermos que temos a dádiva de sermos felizes.

Tiramos fotos de nossos filhos.
Tiramos fotos de nossos pais.
Tiramos fotos de nossos amigos.
Tiramos fotos de nosso cumplice.

Diga Xis…  e …

Sorrimos para a foto de nossos filhos.
Sorrimos para a foto de nossos pais.
Sorrimos para a foto de nossos amigos.
Sorrimos para a foto de nosso cumplice. 

Tiramos fotos ao lado de todos eles… sorrindo.

Enfim, tiramos fotos, pois só assim podemos capturar o amor que nos une.

Agora eu pergunto: Por que, durante o APR 2011, quatro jovens escoteiros se juntaram em um barranco para tirar uma foto e, em poucos segundos, espontaneamente, outros dois mil escoteiros se juntaram a eles?

A isso eu não tenho como explicar, só posso apreciar e agradecer àqueles que conseguiram este milagre por intermédio do seu simples melhor possível.

GRATO Chefe Pallamin,
GRATO organização do ARP 2011,
GRATÍSSIMO Movimento Escoteiro.