Por que SONHAR é #TDB do Falcão?

Neste mês de março iniciamos  o ano em que comemoramos o trigésimo aniversário do nosso Querido Grupo Escoteiro Falcão Peregrino.

Quem diria! 30 anos de Falcão.

E isto só foi possível por que, um dia, alguém sonhou.

Isto só é possível porque existem pessoas sonhando.

Baden-Powell sonhou com um Mundo Melhor, e aqui estamos nós.

Por isso, eu gostaria de falar a vocês sobre SONHOS.

Não sobre os sonhos que temos enquanto dormimos, mas sobre os sonhos que acordados sonhamos.

Os sonhos que fazem com que caminhemos felizes em uma direção, pois não existe felicidade se não existirem sonhos.

EU REPITO, NÃO EXISTE FELICIDADE SE NÃO EXISTIREM SONHOS.

Exagero de minha parte? Eu explico o meu ponto de vista.

Imagine-se sozinho no início de uma estrada sem fim. Uma estrada em linha reta rumo ao horizonte. Nada de um lado, nada do outro, somente uma estrada em meio a um deserto. Somente você, a estrada e uma pequenina placa em madeira onde se pode ler a seguinte frase: “Esta é a Estrada da sua Vida”.

Você esta parado, sozinho, em seu início.

O que o fará caminhar? O que irá motivá-lo a dar os primeiros passos?

Para caminharmos pela Estrada da Vida precisamos somente de duas coisas:

  • Uma mochila nas costas cheia de SONHOS
  • e PAIXÃO no coração

Sem um SONHO a conquistar e uma PAIXÃO a empurrar você ficará parado eternamente.

Na estrada da vida, o SONHO é o nosso COMBUSTÍVEL e a PAIXÃO o MOTOR.

Na estrada da vida o SONHO nos ALIMENTA e a PAIXÃO nos MOVE.

E você esta na estrada, pronto para começar a caminhar na direção da realização de seus sonhos. Sua paixão superará os obstáculos e lhe dará perseverança para continuar caminhando.

Mas onde estará a FELICIDADE? Na realização dos sonhos ou no caminho percorrido?

No momento em que um sonho se tornar real, ele deixará de ser um sonho, e um novo sonho precisará ser formulado. Lembre-se: o sonho é o combustível para você continuar. Portanto, se a felicidade estivesse somente na realização do sonho, ela seria pontual e finita.

Lembre-se, a FELICIDADE esta no caminho em busca da realização de um sonho e não somente no momento de sua realização.

Por isso, SONHAR, é Tudo de Bom do Falcão.

Você é escoteiro?

“E o que você faz?”

Todo escoteiro já teve de responder a essa pergunta pelo menos uma vez na vida e já sofreu tentando explicar o que nós fazemos. Porque afinal, fazemos muita coisa. O que a pessoa que perguntou quer saber?

Elas nunca se contentam com “Sei lá. Muita coisa”, então vamos colocar as opções na mesa e escolher uma resposta que a satisfaça.

Vejamos…

O escoteiro: Acampa. Faz jornadas. Ajuda o próximo. Vende biscoitos. Ajuda velhinhas a atravessar a rua (não que isso seja mentira, mas… De onde veio essa ideia???). Faz pioneirias (IH! Melhor não. Vamos ter de explicar o que é pioneiria e a pessoa vai achar que nossas barracas são Ocas de índios).

O escoteiro aprende. Aprende a respeitar a si mesmo e aos demais. Aprende a respeitar a natureza. Aprende a respeitar o diferente. Aprende a cozinhar e aprende a comer arroz queimado (ou cru!) sem reclamar.

O escoteiro faz amigos. Conhece as melhores pessoas do mundo. Pessoas que em segundos se tornam irmãos. Pessoas que vão acompanhá-lo pelo resto da vida. Pessoas em quem se pode confiar.

O escoteiro valoriza. Aceita desafios. Vence obstáculos. Conhece o mundo! E o vê com olhos que se emocionam perante belezas inimagináveis. Seja o céu estrelado de Ilha Solteira; o pôr do sol às 21h num verão na Suécia; a complexidade de um cupinzeiro; uma borboleta deixando seu casulo; pessoas se ajudando, mesmo estando cansadas; seja a cena que mais te emocionou até hoje. Que te fez sorrir e perceber que a beleza não está na estética. Que te fez enxergar além das entrelinhas. Te deixou sem palavras. Trouxe um silêncio agradável à sua alma. E te fez admitir que a beleza está no momento. Nos amigos que te acompanham. Nos sentimentos verdadeiros…

O céu noturno de Ilha Solteira não seria uma memória especial, se eu não o tivesse admirado com as minhas melhores amigas (pra sempre!) deitada na grama, fazendo pedidos às estrelas cadentes.

O pôr do sol não seria especial se eu não o tivesse observado em cima do Portal (que era um mirante) da tropa norueguesa, com a melhor patrulha do Sudeste (Nosso grito de patrulha  acabava com “patrulha Arara, melhor do Sudeste” porque somos muito realistas humildes engraçados.)

E por aí vai… Demoramos pra responder “o que fazemos” porque provavelmente repassamos em nossa cabeça, #TUDO DE BOM que já aconteceu conosco, como escoteiros. E queremos dizer tanto, que ficamos sem palavras.

 

Mas se me perguntassem agora, “Por que você é Escoteira?”
Eu diria: “Porque sim! E porque não sei o que seria, se escoteira não fosse.”

 

Foto tirada pela Carol Ikuta. Carol Mogami e Jabber (Thiago Ikuno) não haviam subido ainda

Era quase 21h!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Na foto da esquerda
Miho, Gabriel, Alex, Yusuke, Matheus e ao fundo, barracas

do subcampo SUMMER

Na foto da direita, Alex, Matheus, Yusuke e Preben (norueguês)

 

 

patrulhas brasileira e norueguesa (:

Chefia das Alcateias (quase) Completa

Com exceção do nosso Hathi Marcelo, que ficou em casa por conta da reunião de patrulha da sua filha Lia, toda a chefia das Alcateias esteve presente na reunião de hoje, que recebeu 18 novos jovens. A reunião já seguiu os moldes do novo programa educativo da UEB e, tudo indica que foi um grande sucesso. Tanto os jovens, como os chefes, manifestaram grande satisfação pelo novo estilo de reunião. As chefes Rikki-tikki-tavi Mika (responsável pela programação do dia), o Akelá Guará Fernando, a Matkah-Célia, a Kotick-Márcia e a Kaa-Mika estavam ávidos por aplicar os conhecimentos adquiridos no Curso Técnico do Ramo Lobinho, do final de semana passado e estavam eufóricos com os resultados.

Simultaneamente, os pais foram recepcionados pela diretoria do Falcão, nossa presidente Cristina, o vice-presidente Akelá Hirata, o diretor administrativo Lobo Gris Ricardo Abrão, o diretor financeiro adjunto Kitayama e a nossa ex-diretora administrativa Hathi Bel. Entre as apresentações e comentários, os pais visitaram as dependências da nossa sede, assistiram vídeos sobre o Jamboree 2011, o do Acampamento dos 30 anos do Lobo Gris e o Institucional do Gui Missumi. Parece que temos mais uma leva de pais promissores, que contribuirão em muito com o Falcão!

Esperamos que todos os novos tenham gostado das reuniões. Sejam muito bem-vindos! E, se desejarem, deixem aqui suas impressões sobre nosso primeiro encontro.

O Melhor Possível,

Akelá Hirata




Chefia das Alcateias (quase) Completa - faltaram apenas a Ikki e o Mang

Construindo Um Dia no Acampamento Geral de 30 anos

Durante os dias 25 a 29 de Janeiro de 2012 tive a oportunidade de participar do Acampamento Geral do G.E. Falcão Peregrino.

De dia ou à noite, no sol ou na chuva (e põe chuva nisso), de Lobinhos a Pioneiros e de Chefes a Pais e Mães, as lentes da minha filmadora foram capturando imagens. Foram 480 trechos em mais de 110 minutos de gravação.

Quinze dias depois, assistindo a uma palestra sobre Gestão de Pessoas em Ambientes Corporativos, fui agraciado com a apresentação de um vídeo institucional montado pela Empresa Natura denominado “Um Dia”.

Desde a primeira frase pronunciada no vídeo “Um dia, o mundo inteiro vai celebrar a beleza da vida em todos os seus momentos…” até a última “… e nós, teremos cumprido nossa razão de ser.” eu vi o Falcão Peregrino e me emocionei.

Esta emoção precisava ser compartilhada, mas como projetar o que se passou em minha mente?

Foi então que veio a ideia: Transformar os 110 minutos de imagens captadas no Acampamento Geral em um vídeo de 3 minutos que utilizasse a trilha sonora do vídeo da Natura.

Quando terminei, descobri que a Natura havia preparado um texto para nós, e nós, gerado as imagens para ela.

Reinventar-se é Tudo de Bom!

Navegue pelos verbos

Reinventar-se é #TDB do Falcão!

Essa assinatura marca a mais nova, alegre e desafiante jornada do G. E. Falcão Peregrino 20º SP.

Em 2012, estamos celebrando as conquistas obtidas ao longo de 30 anos de vida da Família Falcão.

Mas iremos  além. Vamos ao longo dessa jornada garimpar e mostrar Tudo De Bom que existe no Falcão e no Escotismo.

Ao planejarmos como iríamos comemorar nosso aniversário, várias questões começaram a aparecer: “Celebrar o quê? Como? Quando?…”.

E logo começaram a brotar ações e realizaçõs como um interminável desfile de verbos. Verbos que descrevem o que fazemos, o que somos e o que queremos ser.

O Falcão é um Grupo que encanta seus participantes, principalmente, pela ousadia, pela inovação e principalmente pela ação.

Trabalha continuamente para manter um ambiente onde crianças, jovens e adultos desenvolvam e exerçam sua liderança e vivam felizes ao realizarem seus sonhos. Queremos continuar assim!

Para celebrar tudo isso. era preciso reinventar-se, reinventar a forma de comemorar. Por isso, teremos não um dia, mas um ano inteiro de festa. Começamos o ano acampados, todas as Seções irmanadas em meio a muita chuva e muita emoção.

Logo na primeira reunião, compartilhamos essa vivência escoteira na tradicional REFESTANÇA.

Compartilhe nossas primeiras descorbertas e prepare-se para muitas aventuras, pois ousar é Tudo de Bom do Falcão!

Para isso, clique na imagem , navegue nos links dos verbos e curta as primeiras surpresas selecionadas especialmente para você!